sábado, 28 de janeiro de 2012

AMIGAS

Sem elas não sou nada,
são meu chão,minha casa, meu abrigo.
São parte de mim, me completam, quando choro me dão colo, quando brinco estão junto de mim.
Sinto saudade quando estão longe, e vontade de abraçar quando estão perto, sem elas minha vida é vazia, não tem graça. Elas são bêbadas, encrenqueiras, marginas e cachaceiras, mas eu as amo.
De pensar que apresentei umas as outras, e imaginar que tempos depois seriam minha segunda família.
Dividimos segredos, confissões,
brigas, discussões, mas no fim tudo termina bem...ufa. Elas me aconselham( de vez em quando),me ajudam muito, são esforçadas, preguiçosas, e sem emprego( a vanessa tem) bancadas pelos pais, mas nunca tem dinheiro.
Elas sofrem, choram, tem problemas, os maiores do mundo, mas nunca perdem o sorriso. Quando ouço coisas erradas sobre elas, eu as defendo, porque eu as conheço. Conheço seus segredos, suas fraquezas, suas verdades, suas mentiras, seus problemas, seus amores e principalmente seus corações.
Nós fazemos planos para o futuro e não imaginamos nosso futuro sem que estejamos juntas, enfrentamos tudo juntas,  porque somos amigas, mas amigas de verdade.
Tem horas que parecemos um bando de menininhas, falamos tanta besteira, que quando vamos falar um assunto serio desatamos a rir. Se somos unidas? Muito unidas, mas também brigamos muito, do nosso jeito torto somos perfeitas. Pra terminar somos tudo que as garotas são: ilarias, inseguras, deprimidas, alegres, amorosas, vingativas, idiotas, inteligentes, espertas, especias, firmes, fofas, duras, duronas, moleques, menininhas, folgadas, fortes, amiga da onça, da vaca, do boi, do cabrito, somos amigas, amigonas, melhores amigas, amicíssimas, amiguinhas... e assim somos Sara, Karen, Maria, Vanessa e Sheyla...

Amo muito vocês!

Sara.

Nenhum comentário:

Postar um comentário