Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2013

Santa Maria/RS.

É impossível ficar indiferente á esta tragédia,
ondes tantas vidas foram perdidas,
onde tantos sonhos morreram,
onde planos foram desfeitos.
Eu costumo dizer que cada ser humano é um mundo, um mundo de sonhos, de tristezas, de alegrias, de sentimentos dentro deste maior em que vivemos.
Cada ser é como o Sol rodeado de outros planetas,
só que ele é  rodeado de pessoas,
e como o sol fornece o calor, nós também fornecemos,
e como  o sol  alimenta as plantas, nós também alimentamos,
como o sol traz alegria e dias bonitos, nós também trazemos,
cada ser humano, cada mundo...
Perdido em Santa Maria é um a  luz a menos
em cada família, em cada coração,
cada vida assim como o sol nunca poderá ser substituída,
sempre será lembrada pelo sorriso, pela alegria, pela simpatia, pela seriedade, pelos sonhos, pelas conquistas.
E a tristeza, nós  sabemos, acompanhará aqueles que perderam alguém,
chorar é importante, chorem, isso demonstra o quão importante eles eram para vocês,
cada ser, cada luz estão…

No Fim...

Nós éramos estranhas que se reconheceram ,
não tínhamos muita facilidade em fazer amigos,
mas nos reconhecemos umas nas outras,
e isso bastou para criar um elo forte entre nós.
Cinco garotas,
cinco nomes,
cinco personalidades diferentes,
cinco vidas,
cinco mundos que se tornaram um só,
há mais ou menos sete anos,
nos conhecíamos e nos tornávamos amigas,
e durante esse tempo
descobrimos que o sofrimento poderia ser compartilhado,
contado, acolhido.
Nos revelamos e descobrimos quem somos de verdade, juntas.
Passamos por tempestades  e por furacões
que ameaçaram nos destruir,
mas permanecemos unidas, enfrentamos  juntas,
crescemos juntas,
rimos, choramos,
fizemos coisas loucas e que nunca  nos esqueceremos,
tivemos grandes desilusões,
terríveis namorados,
e algumas decepções.
Descobrimos que a amizade pode evoluir para o amor e que ela também pode acabar.
E sem dúvida essa foi a pior parte.
O Fim.
Para Melhores amigas essa é uma terrível hora.
Hoje sabemos que a amizade não acabou nem o …

Agridoce - Epílogos e Finais

adoro essa música a Pitty e o Martin arrasam, espero que vocês gostem. AGRIDOCE é uma outra banda da Pitty com Martin, com músicas mais leves e muito lindas.

Epílogos e Finais-AGRIDOCE.

Primeiro os aniversários
As festas, balões coloridos
Bailes de debutante
As noites em claro...

Depois os casamentos
Amores e nascimentos
Por fim, os funerais
As camas de hospitais...

Não me leve agora
Eu não quero ir embora
Tenho tanto o que fazer
Tenho um filho pra ter
Tenho motivos pra crer
Que ainda não é hora...

Todos rumo ao ocaso
Sem nunca ter escolhido
Não é questão de sorte
É jogo vencido...

Não me leve agora
Eu não quero ir embora
Tenho tanto o que fazer
Tenho um filho pra ter
Tenho motivos pra crer
Que ainda não é hora...

Epílogos e finais...

Meu Futuro.

Sem medo eu sigo adiante,
Sem olhar para trás, Mas eu confesso tenho medo do que o futuro me reserva. Estou aguardando ele chegar, Pra poder enxergar minha vida Com os olhos de alguém que amadureceu cedo demais, Mas que por dentro ainda é uma criança sozinha. É tarde eu sei pra tentar consertar o passado, Mas já é hora de mudar as coisas, Por isso vou me rebelar, Seguirei meus instintos Vou caminhar com Deus Por este longo caminho, Cheio de obstáculos e pedras. Sem me importar com o que vão pensar, Sem me importar com as opiniões, Estou dizendo adeus, Não se preocupe comigo, A decisão já está tomada e a parti de agora, O tempo e o espaço serão alterados, E pra voltar atrás só tomando uma nova decisão, E isso eu não pretendo fazer, não agora. Meu Mundo está formado, Agora devo me apressar, Se não posso perder o Trem, O trem que veio me buscar,  Ele é azul e me levará ao futuro. Onde posso permanecer sozinha Para sempre, Já que a solidão já faz parte de mim, Não me falta mais nada, …

Dor.

A dor é o que estimula a prosseguir,
transformá-la em obstáculo é uma opção do ser humano.
Ela é sempre considerada a vilã,
porque nunca dão a ela escolha,
como tudo na vida, ela pode mudar,
basta você querer.
Ela machuca isso é verdade,
mas porque não ignorá-la,
porque não a deixar de lado,
assim ela pode se curar sozinha,
se detivermos sua atenção,
se não a esquecermos,
se estamos sempre nos lembrando da sua existência,
ela sempre estará por perto.
É preciso deixá-la partir,
deixá-la se curar.
E só assim conseguiremos seguir adiante,
sem medo da dor.
Ela machuca porque é sua única alternativa,
invente o plano B, a segunda alternativa,
mude-a, transforme-a, faça-a existir como um combustível que te impulsiona a prosseguir, a vencer.
E assim, você verá e será a mudança.

Sara.


Meu Medo...

Eu sempre tive medo.
Medo de tudo,
medo do mundo,
tive medo de coisas banais,
tive medo de coisas normais.
É difícil relatar todas as coisas de que tive medo,
foram muitas.
Sempre me senti desamparada,...sozinha.
E não foi diferente quando cresci,
o medo sempre esteve presente,
as vezes eu demonstrava esse medo,
e as vezes eu escondia ele.
E durante um bom tempo consegui sobreviver,
mas  me lembro de um tempo em que o medo me dominou,
e eu tinha medo até de sair na rua,
mas isso passou e estou aqui,
ainda hoje tenho medo, porém não mais de tudo.
O bom de se tornar adulta é que a responsabilidade
substitui o medo, e há muitas outras coisas para ocupar a cabeça e você esquece
por um bom período que tem medo de tudo isso,
não é fácil ter que enfrentar o medo mas essa é a única maneira
de crescermos, enfrentar.
Mas não significa que parei de temer,
ainda tenho medo, não tem como eliminá-lo,
ele já faz parte de mim.
E quando percebo que ele pode me dominar novamente,  me apego com Deus e