Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2014

Feliz Ano Novo!

Algo que me intriga é  por que desejamos felicidades para o Ano Novo?
Talvez para manter viva a tradição ou simplesmente para acalentar esperanças de que o próximo ano será diferente do anterior. Talvez precisamos de um incentivo para continuar acreditando no amanhã por mais difícil que esteja sendo o hoje. Assim, desejo que o próximo ano possa me surpreender, que seja uma surpresa boa, não posso desejar que o mundo mude totalmente apenas em um ano, mas espero que as pessoas mudem seus hábitos, sua forma de pensar e de se relacionar com os outros e com a natureza. Desejo mais saúde, paz e Por que não? felicidades ou momentos de felicidade, tanto faz!
Que Deus nos abençoe e nos acompanhe em 2015! Feliz Ano Novo!
Sara.

Cinematic Orchestra - To Build A Home (feat. Patrick Watson)

To Build A Home

There is a house built out of stone
Wooden floors, walls and window sills
Tables and chairs worn by all of the dust
This is a place where I don't feel alone
This is a place where I feel at home

Cause, I built a home
For you
For me

Until it disappeared
From me
From you
And now, it's time to leave and turn to dust

Out in the garden where we planted the seeds
There is a tree as old as me
Branches were sewn by the color of green
Ground had arose and passed it's knees

By the cracks of the skin I climbed to the top
I climbed the tree to see the world
When the gusts came around to blow me down
I held on as tightly as you held onto me
I held on as tightly as you held onto me

Cause, I built a home
For you
For me
Until it disappeared

From me
From you
And now, it's time to leave and turn to dust

Construir Uma Casa

Há uma casa construída de pedras
Com chão de madeira, paredes e peitoril de janelas
Mesas e cadeiras cobertas todas de poeira
Esse é um lugar em que não …

Um Olhar...

Eu me encontrava perdido
em um emaranhado de dores.
Aquele olhar cativante,
focado, tão presente quanto distante.
Me deixou preso.
Por quê me olhava daquela maneira?
Não fazia sentido a sua cortesia.
Mas agora seu olhar não sai dos meus sonhos.
Me pergunto se também estou em seus sonhos.
Talvez não, somente incertezas me cercam.
Seu olhar negro me persegue em sonhos.
Um encontro,
por algumas horas,
quis estar ao seu lado,
mas o acaso brinca com os sentimentos das pessoas.
Não se deve confiar no acaso,
ele nos ilude com olhares que nos tragam sem que possamos perceber.
Olhares são como lágrimas que caem
nas mãos de quem chora
e se desfazem tão depressa
que não se pode guardá-las
como lembrança para que não choremos mais.
Olhares não se prendem,
eles te perseguem, porque você criou uma lembrança que aprisionou seu espectro,
mas jamais conseguiremos capturá-los
por mais belos que eles sejam,
por mais fácil que seja conseguir encontrá-los.
Às vezes o acaso quer nos fazer acreditar que peg…

Colcha do Destino.

Queria ter agulha  e linha para costurar meu destino.
Fazer uma colcha de retalhos, juntar diversos tecidos,
utilizar linhas de cores diferentes.
Dar a minha face, o meu jeito, o meu modo de ser para essa colcha.
Queria sumir com os buracos que me fazem existir.
Queria preenchê-los com cor, cores fortes,
talvez tons mais escuros, pois são os que mais me agradam.
Queria me desfazer dessa colcha que me cobre neste momento.
Sinto seu peso sobre mim,
seu aroma não me agrada,
tão pouco sua textura.
Queria sim, substituí-la por outra bordada por mim,
com tecidos escolhidos por mim.
Apesar da colcha que me cobre, sinto frio.
Sinto-me sem rumo, atordoada.
Talvez se eu fizer uma colcha nova,
eu possa me encontrar de novo.
Talvez não.
Preciso tentar, mas me falta a linha, me falta a agulha, me faltam os tecidos,
só me resta a vontade.
Será ela então suficiente para me fazer lutar?

Sara.

*Imagem retirada do site Santoculto.wordpress.com

O Silêncio dos Amantes- Lya Luft.

Este texto não é uma resenha.

Eu nunca te disse mas, costumo me apaixonar por livros.

Eu caminhava pela Biblioteca Central (UnB) procurando livros acadêmicos,
quando avistei "O silêncio dos amantes" Lya Luft.
Eu estava triste como de costume, ansiosa também, apenas pelo  fim do semestre, mas esse título...
esse título me tocou fundo, acho que tocou minha alma.
Então, naquele instante me veio uma sugestão, e se eu ler uma página qualquer, se for legal eu levo se não, não levo.
Um título "O perdão", um conto.
Dez páginas depois, o levei para casa.
Que paixão arrebatadora, a cada conto que eu lia despertava em mim, sentimentos desconcertantes.
Alguns como "O fruto do meu ventre", eu não gostei do final, queria mais páginas.
O que senti ao ler este livro? Assombro.
Este é  um livro sobre o silêncio, e o que este pode significar para uma ou mais pessoas.
Confesso que adiei o término da leitura, mas só consegui uma semana, pois eu devorava cada página sem perceb…

Kodaline - All I Want (Part 1)

{Esse vídeo é um dos mais bonitos que já assisti, mostra pessoas que são diferentes e como elas podem surpreender, não por serem diferentes, mas por serem elas mesmas}

All I Want- Kodaline
All I want is nothing more To hear you knocking at my door 'Cause if I could see your face once more I could die as a happy man I'm sure
When you said your last goodbye I died a little bit inside I lay in tears in bed all night Alone without you by my side
But if you loved me Why did you leave me Take my body, take my body All I want is and all I need is To find somebody I'll find somebody like you
'Cause you brought out the best of me A part of me I'd never seen You took my soul wiped it clean Our love was made for movie screens
But if you loved me Why did you leave me Take my body, take my body All I want is and all I need is To find somebody I'll find somebody like you
But if you loved me Why did you leave me Take my body, take my body All I want is and all I need is To find somebody I'll find some…

À sua Partida.

Me dê sua mão.
Antes que escureça,
não me esqueça.
Uma partida nunca é fácil,
despedidas são martírios
que sempre enfrentaremos.
Durante a noite você me viu chamando,
mas não disse uma palavra.
Eu sabia que você estava aqui,
onde te deixei,
onde eu não quis voltar por muito tempo.
Me impeça de tropeçar,
me segure em seus braços,
já não posso me sustentar.
Em meus sonhos estou de pé,
seguro em um abraço,
preso ao mesmo tempo,
sustentado por laços,
esperando.
Você seria minha chance de mudar.
Não se esqueça que continuarei aqui depois de sua partida,
onde repousam lembranças de um tempo que permaneceu inalterado,
mesmo sem nunca ter te presenciado.

Sara.

*Imagem retirada da internet.