Pular para o conteúdo principal

Postagens

A-mante.

Eu estou cansada desses amores vadios
que não permanecem
que não se permitem sentir
Estou cansada de forjar minhas amantes
e sustentar o meu desejo e o seu desejo
para que "isso" não acabe.

Será que eu tenho medo dos amores reais?
daqueles que acabam?
Mas depois de tantas lágrimas soltas
inundando meu corpo
rastejando pela pele
a procura de preencher o vazio de outros
Tem algo nascendo aqui.

Sabe aquela vez em que você segurou minha mão
tão de repente que eu não soube lidar?
Sabe aquele olhar de procura que você lança pra mim
achando que eu não estou vendo?
Sabe a sua fuga repentina de mim? A sua tentativa de me apagar?
Não da mais pra sustentar.
Eu vou deixar cair
não com a fria esperança de que você volte
e diga o que realmente sente por mim.
Eu vou deixar cair
deixar ir
de mim
as vontades que eu engoli de você.

Sara.

Postagens recentes

Choro na Madrugada.

Noite passada eu acordei chorando ainda no escuro limpei meus olhos e depois voltei a dormir meu sonho me lembrava de um passado sem esperança de quando eu me deparava com sua doença e não conseguia entendê-la eu somente sentia o desamparo que a sua falta de afeto me deixava Você gritava comigo eu tentava te ajudar você recusava no sonho eu não chorava mas na realidade sim Ao acordar me dei conta da gratidão que eu sentia por hoje você não gritar mais comigo ainda que eu não consiga retribuir o seu afeto Agradeço porque a desesperança terminou e hoje posso te ver bem. Minhas escolhas nem sempre te agradam porque faço da mudança minha casa e construo com a experiência minhas asas e você nunca se permitiu voar, não que você não quisesse apenas haviam pesos demais sobre você que por um tempo te impediram de ver a luz Mas hoje por outro caminho você se conduz e tenho orgulho disso.
Sara.

Meu Pedaço de Você Quebrado.

Ando pelas ruas perseguindo a sombra de alguém
Distraidamente me pego repensando aquele adeus
Discutindo sobre meus erros
Sem conseguir de fato te dar fim
Como você me deu.
Não houve um abraço
Nem uma despedida
E quando dei por mim
Você já tinha estabelecido um muro em seu olhar
Uma rota de fuga das minhas palavras
Um guarda costas contra a minha figura
Uma placa de "não se aproxime, coração raivoso"
Mas eu, logo eu
Me permiti te sofrer, pra te deixar ir
E ainda assim, percebo resquícios de você aqui
Quando passo a mão no peito
sinto uma pequena elevação
Como se eu estivesse guardando algo quebrado
Não acho que seja meu coração
Talvez seja apenas o retrato que eu tinha tirado de você
Aquele que se quebrou naquele dia
que você me disse adeus, sem dizer nenhuma palavra.

Sara

Sobre um Mundo Adoecido.

Meu teto está destruído
deve ser de tanto olhar para o céu
para ver se eu escapo desse mundo adoecido

Estamos tão cansados
as crianças estão cansadas
são tantas atividades
tudo para ser um alguém na vida
Quem lhe disse isso?
alguém desolado
que não teve infância
porque já se preparava para o vestibular.

A gente não tem suportado a nossa existência
É tão aterrador caminhar, caminhar
e não ver o fim do caminho
porque a única coisa que nos importa
é o fim do caminho
Perdemos tanto
tanto desse caminho que já passou
não olhamos para os lados
não percebemos quem caminha ao nosso lado

Estamos fugindo de algo
aquilo que não suportamos encarar
porque fomos ensinados a odiar.
Estamos fugindo de nós mesmos.

É preciso parar
respirar um instante
dar-se conta do que sentimos
não fugir mais
Para retomar a caminhada
precisamos ter paz.

Sara.

Mergulho

Desci
Devagar fui caindo
era tanto peso
que eu caia com facilidade
afundava
Comecei a sentir
a água que tocava todo o meu corpo
essa água gelada que me doía os ossos
Dizem que era um fosso antigo
que pessoas iluminadas haviam mergulhado nele
Um fosso diferente
era escuro, mas havia luz
era frio e ardente
Dava medo e contentamento
tudo ao mesmo tempo.
Era desespera-dor
desagrega-dor
Era pura-dor
Eu sentia meu corpo
e me dava conta de não te-lo sentido antes.
Havia momentos que os olhos umedeciam em pleno mergulho
eu sentia aquele calor diferente que somente as lágrimas dão
aquela sensação de rompimento das barreiras internas
Foi completa inundação de mim mesma.
eu olhava para o fosso e haviam monstros ao meu lado
eles se mostravam para mim
até que me dei conta de que o fosso era espelhado
Os monstros eram eu, eu também era os monstros.
Assentei
Aceitei
Então veio a calmaria
e a luz
Continuo descendo
mas dessa vez com mais calma.

Sara.
Sobre meditar.

Torpor da Meia Noite.

Asco, medo, dor, sofrimento
eu quero o meu esquecimento
aquele que eu tenho direito
aquele que não tem preço
quero refazer esse corpo
mergulhar em um foço
para me fazer acordar
eu to cansada de amar
Sabe aquele aperto no peito
de quando o mundo fica pequeno
e você percebe que precisa parar
Sabe aquele soco no estômago
de quem não sabe onde está
por um momento
eles estão aqui
aqui nesse corpo manchado de dor
nessa alma envelhecida pela dor
nesse semblante de dou conta do mundo
porque por mim ninguém vai dar
todas aquelas tortas lembranças despejadas
no travesseiro
aqueles rostos forrados de medo
me formaram e criaram meu desespero
não é sobre mim que o mundo fala
mas é sobre mim que o mundo cala
quando não quer olhar
É pretensão dizer que sou o resto
e busco em vão me aliviar do medo
me atirando em frias paixões interrompidas
incompletas desgastantes
para preencher meu enorme vazio
eu tenho mania de salvar o mundo
das pessoas
porque em mim não há nada para ser salvo.
Mas há sim água li…

Do Meu Interrompido Amor.

Eu tenho alguém em mim.
Eu disse que te deixaria.
Eu tentei.

Me arremessei em amores furtivos
que escorreram das minhas mãos
me cobri das mais fáceis escapatórias
pra não ter que te encarar
Mas ao te ver com seu sorriso mesmo
aquele que você tem para todas as ocasiões
Eu me metia em mim

Porque você me encanta
e tem um pedaço de papel na terra
que me fará lembrar disso por muito tempo.
Porque nos meus amores furtivos
pareço sempre estar a procura de alguém.

Eu não sei porque você ainda está aqui.
Parece amor incompleto
interrompido
Foi você quem partiu
e levou minhas tentativas frustradas
de te fazer ficar.

Mas toda vez que eu pareço pestanejar
é pra você que eu olho
é pra você que eu quero voltar
Eu nem te conheço
mas ainda quero te...

Sara.
PS. complete se puder.